sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Restaurant Week e o couvert


istockphoto
O Restaurant Week termina neste domingo. Mas ainda tem o findi prá fazer uma boquinha em algum restaurante que você gostaria de conhecer a tempos e ainda não teve chance - ou grana. Na segunda da Independência, aproveitei para ir aoPicchi. Lugar bonito, simpático, com bom serviço. Ninguém me conhecia por ali, mas a câmera do celular - em mais uma das minhas infelizes tentativas de "sacar" fotos de prato no interior de um restaurante, com luz artificial e sem o uso de flash (assim, amadoristicamente, parece assustar a comida) - atraiu os olhares do chef Píer Paolo Picchi. É por essas e outras (ou como desculpa prá não fazer mesmo fotos) que prefiro não enquadrar pratos, apenas degustá-los.

De todo modo, o chef não precisa se preocupar. Conforme matérias recentes sobre o estrondoso evento constataram, a relação custo-benefício valeu a pena, em (quase) todos os sentidos. O cardápio, com ofertas clássicas italianas, como vitelo tonnato, polenta com gorgonzola e penne à bolonhesa, estavam corretos e saborosos. Destaque para o raviolini de carnes e legumes ao burro e sálvia, bem caprichado. De sobremesa, deliciosa torta de chocolate com castanha-do-pará.

Minha única crítica fica por conta do couvert, que não está incluso no menu promocional e custou R$ 12,50 no almoço daquele dia. Isto para pão italiano, foccacia, manteiga, grissini (este sim, bem sem graça) e patê de tomate. Acho caro - um couvert no Nonno Ruggero (que, aliás, merece uma visita para quem não conhece), que tem praticamente tudo isso além de presunto de parma, mussarela de búfala de alta qualidade e abobrinha filetada em azeite, cobra, no almoço, R$ 11 (no jantar, R$ 13). Liguei hoje para o restaurante e fui informada de que, em dias úteis, o couvert de almoço cai para R$ 4,50. Fica a dica: se a intenção de um evento como este é oferecer boa comida a bom preço, preste atenção em "adendos" como o valor do couvert. Principalmente porque, prá variar, ninguém pergunta se você quer ou não prová-lo.

Picchi (rua Jerônimo da Veiga, 136, Itaim Bibi, São Paulo, 11/3078.9119)

4 comentários:

Anônimo disse...

Fala Cris!!! realmente vale a pena o Picci.
Passei por lá semana passada.
Modeste a parte o PRAÇA tbm vale muito à pena, pratos ótimos, ambiente e serviço acolhedores.
Por aqui sempre perguntamos se o cliente ACEITA o couvert, não incluso no RW.
beijos e bom final de semana
JONNY GENTILLE

Café Do Moço disse...

Crisssss...como te encontro em SP...estou aqui para uma reunião da ACBB e para o campeonato paulista, preciso lhe entregar o café... ;)

bjos

Léo Moço

Cris Couto disse...

Jonny, que bom que vc gostou também!
beijo,

Cris Couto disse...

léo,
nos vemos amanhã!