sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Lattíssima é a novidade da Nespresso


A Nespresso acaba de lançar mais uma de suas máquinas bacanudas. A Lattíssima, lançada lá fora em 2007, é o quinto modelo disponível no Brasil desde 2006, quando a marca aterrisssou por aqui. É dedicada a preparar lattes e cappuccinos, além de espressos - é a primeira máquina da marca a incluir leite, e fresco.

Além do design, a arquitetura das máquinas Nespresso sempre impressionam. Primeiro, ela tem um bico acessório que entra no lugar do compartimento do leite (removível) e serve para aquecer água para um chá. Tem também uma base removível que permite encaixar copos maiores para as bebidas de café. Também é possível aquecer xícaras no topo da máquina. Vem com um leitor de nível de água, e um botão que, quando apertado, limpa o bico vaporizador - que, se estiver com sobras de leite de outras preparações, pode arruinzar sua bebida. Claro que só pode ser usada com cápsulas Nespresso, a despeito de outras máquinas de espresso. E claro que isso tem um preço, altíssimo: R$ 2.200. Mas, parafraseando o grande Saul Galvão, "não são os vinhos (no nosso caso, as máquinas de espresso) que são caros, nós é que somos pobres".

Agora, como toda máquina de espresso doméstica, ela deve ser avaliada nesse âmbito. E isso significa que com a Lattíssima você tem uma bebida com apenas um aperto de botão. Não requer habilidade nem tampouco experiência. Nesse contexto, a máquina é se sai bem, especialmente no latte macchiato, uma bebida que consiste em leite vaporizado (200 a 270 ml) manchado com uma dose de espresso de 30 ml, (o cappuccino leva 1/3 de espresso, 1/3 de leite vaporizado e 1/3 de espuma vaporizada de leite). Atenção: chocolate em pó sobre o cappuccino é prática no Brasil, e não faz parte da receita original. Eu evitaria (ainda mais com a qualidade do chocolate em pó nacional, que é lamentável).

Vaporizar leite é uma arte bem complexa, desde a escolha do ingrediente e suas proporções de proteínas e gordura até o uso correto da temperatura e do tempo de vaporização. E nada se compara à vaporização do leite feita em máquinas profissionais (nas mãos de um barista experiente, obviamente), que tem uma capacidade de caldeira muito maior. Um cappuccino comme il faut, além do sabor do café, tem que ser absolutamente cremoso, com doçura evidente do leite.

7 comentários:

Anônimo disse...

Que pena que sou pobre, só vai dar para ir na boutique da Nespresso para tomar um latte macchiato direto da lattísima.

Cris Couto disse...

Pois é. Mas pelo menos, se diverte, certo?

Anônimo disse...

Onde eu encontro a Lattíssima?
Moro em Brasília, já procurei nas lojas e na internet, mas esse modelo específico não encontro.
Agradeço a Atenção.

Cris Couto disse...

Caro leitor,
O melhor é acessar o site da Nespresso (http://www1.nespresso.com/precom/home_br_pt.html) e entrar no item "máquinas de café". A latíssima está lá.

disse...

Obrigada pela visita ao meu blogue... por acaso desconhecia a nova maquina da nespresso... já tenho uma maquina de capsulas mas de outra marca.
Tentei converter os 2.200 reais em euros e deu-me cerca de 860€!! O que é carissimo!!!!!!!!!
Essa máquina aqui em Portugal ronda os 300€... convertendo... 768 reais!
Beijo

Cris Couto disse...

Ju,
Pra você ver: e depois dizem que Londres é que é cara... As coisas por aqui estão custando um absurdo...!

Flora disse...

Olá Cris,

Você gostaria de receber novidades e lançamentos da Nespresso?

Se interessar, por favor, entre em contato.

Flora

flora@mktmix.com.br