segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Gastrovac?



Dia desses (re) visitei o Eñe, dos gêmeos catalães Javier e Sergio Torres Martinez. Recentemente, a dupla havia introduzido no cardápio - trabalhado segundo as estações - pratos elaborados com a Gastrovac, uma máquina criada por eles (e que lembra uma panela de pressão tradicional) cujo princípio é o cozimento a vácuo em baixa pressão, com o objetivo de alterar minimamente sabor, textura e cor do produto. São eles o bacalhau cozido a 55ºC e a papada de porco cozida lentamente a 65ºC. Esta última surpreendeu novamente e já vale a ida ao restaurante: macia e delicada, é servida com um leve creme de batata e caviar.
Eñe (rua Mario Ferraz, 213, Jardim Europa, tel. 11/3816.4333)

2 comentários:

lufec disse...

crica, seu blog está cada vez mais gostoso e suculento. sempre com o toque dos caprichadíssimos textos. quero ir no eñe super. é muito caro ou dá pra encarar? beijoca, me liga!

Cris Couto disse...

Luca,
obrigada! é carito, sim, mas agora eles estão com menu executivo por R$ 37. mas se vc quiser ir de tapas ...
te ligo no fim da semana!
beijoca