terça-feira, 23 de outubro de 2007

Para se lambuzar


Torta quadrada de frutas vermelhas, da confeiteira Mara Mello

Já está virando rotina: todas as terças-feiras, antes de seguir para o curso de sommeliers da SBAV, passo na nova pâstisserie da Mara Mello. Antiga proprietária do Café Pâtisserie, que ficava na Vila Nova Conceição, Mara abriu em setembro um lugar pequenino e moderninho, com apenas 3 mesas e cadeiras confortáveis estilo Luis XV forradas de couro escuro, louças bacanas e uma vitrine escandalosa. Fica perto da Z-Deli da Gabriel Monteiro da Silva, e, embora eu não me incomode, demoro mais esperando entregarem meu carro do que dentro da loja.


Explico. Como as vagas por ali são disputadas, a pâtisserie adotou o seguinte esquema: uma plaquinha na porta avisa que há um motorista a 50 metros. O cliente pára o carro na guia, na esquina da Z-Deli, e o manobrista sai correndo pra pegar o veículo, tomando cuidado para que a porta não seja arrancada pelos carros enfurecidos. Daí, depois de se lambuzar com aquelas gostosuras, a gente volta prá mesma esquina, senta num banquinho daqueles de praça do interior e fica olhando a vitrine da loja da frente até o camarada dar a volta na cidade prá trazer o nosso carro. A que ponto nós condutores estamos...


Mas uma vez lá dentro, não dá prá resistir. Os doces, esteticamente muito bem resolvidos, são de uma leveza incrível. O que mais gostei até agora é a meia lua de chocolate - uma musse delicada e aerada de chocolate com leve toque de limão, aspic de limão e base crocante de chocolate. Elegantérrima. Outra nessa linha é o choco au poivre: pão-de-ló e musse de chocolate com pedaços de pêra levemente cozida, muito bem equilibrado - e olha que pêra é uma fruta delicada... Depois, arremato sempre com um minidocinho L'Aphrodite, que me lembra a Maravilhosa fábrica de chocolates, por conta do toque dourado sobre o chocolate que cobre um punhado de pistaches e avelãs.

Meia-lua de chocolate e limão

Além de tortas, outros minidoces e bolos, tem geléias bem artesanais e brigadeiros, como o de pistache com gianduia e nozes, que vem num pote, para ser comido de colher. Mas o que eu desejo agora é um doce lindo, listrado, supercolorido, recheado com marzipã. Chique do último. Fica prá próxima.

Pirâmide chocoblanc

Pâtisserie Mara Mello (rua Gabriel Monteiro da Silva, 1.308, Jardim Paulistano, tel. 11/3081.5229)

2 comentários:

Beatriz Marques disse...

Crica, já comeu o macarron de pistache com brigadeiro de pistache no meio? É divinoooooo

Cris Couto disse...

não, bica, mas semana que vem, tô lá de novo!